“Vem ternurar minha revolta.”

Conjulgando o verbo saudade

Eu sempre sinto;
Tu nunca sentiu;
Ele não se importa;
Nós já não existe;
Vós foste embora;
Eles apagam as luzes.

E eu choro sozinha no escuro, enquanto todos os outros sujeitos foram dormir.

SANTOS, Ana Carolina.

Resta, acima de tudo, essa capacidade de ternura… Essa intimidade perfeita com o silêncio… Resta esse sentimento de infância subitamente desentranhado de pequenos absurdos, essa capacidade de rir à toa. Resta essa distração, essa disponibilidade, essa vagueza de quem sabe que tudo já foi como será no vir-a-ser. Resta essa faculdade incoercível de sonhar, de transfigurar a realidade, dentro dessa incapacidade de aceitá-la tal como é, e essa pequenina luz indecifrável a que às vezes os poetas dão o nome de esperança. Resta esse constante esforço para caminhar dentro do labirinto, esse eterno levantar-se depois de cada queda, essa busca de equilíbrio no fio da navalha, essa terrível coragem diante do grande medo, e esse medo infantil de ter pequenas coragens.

Vinicius de Moraes 

filosofia de vó:

macaco quando não alcança banana, diz que ela tá podre.

Para quem você quer provar algo? Seja livre, seja espontâneo. Viva e te faça feliz. Não dependa da aprovação de ninguém pra fazer o que tiver vontade. Se quer fumar, fume. Se quer beber, beba. Se quer correr e andar sem rumo, ande sem rumo e corra. Beije, grite, pule, abraça, largue, sorria, fique, vá. Até quando vai se preocupar com a opinião alheia? Vai ser tua própria prisão até quando?

diga um belo “foda-se” e reflore 

Quindim,

Um homem que comia vidros, mas só se machucava com a invisibilidade do teu ser.

Laura.

Ninguém melhor que você, para dizer se é capaz ou não. A partir do momento em que acredita em si mesmo, os outros se tornam apenas os outros.

Eduarda Motta. 
dramaturas sussurrou-me: Qual é tua palavra preferida?

Demasiadamente. Vivo inventando frases com essa palavra na cabeça, sério, amo ela, o som e tudo.

Me façam uma pergunta interessante e eu reblogo uma autoria sua. (A internet tá meio bosta hoje, então reblogarei os textos depois que eu responder as perguntas, gente.)

reflore sussurrou-me: Qual foi a melhor coisa que você já fez em toda sua vida?

Começar a escrever, é tão bom para a alma.

Me façam uma pergunta interessante e eu reblogo uma autoria sua. (A internet tá meio bosta hoje, então reblogarei os textos depois que eu responder as perguntas, gente.)

é que já faz tanto tempo

que tu não vem aparecer
que quando acontecer
de a gente se ver
já não seja mais você
que eu vou querer

mas talvez a ideia esteja errada,
talvez depois de tanto tempo
você ainda seja a minha amada.

Dormência na alma,

não sinto meus pés, nem mesmo o coração.